quarta-feira, 3 de dezembro de 2014

Espaço INB promove exposição científica sobre Química

Entrada da Exposição
Sou professor e graduando em química. Apaixonei-me por esta disciplina quando descobrir que a química, em nível molecular, é um dos melhores estudos que temos para a compreensão da vida e do universo. Foi através dela que aprendi que a vida só pode vir de vida e só um Super-Mega Projetista Inteligente pode elaborá-la. Neste blog, a cada dia, buscamos trazer novidades e descobertas sobre esta matéria e consequentemente, incentivar você a gostar dela.

Infelizmente, muita gente pensa que a Química faz parte do cotidiano apenas de pesquisadores e seus estudos em laboratório. A exposição em cartaz no Espaço INB mostra que esta ciência vai muito além e está presente no nosso dia dia de diferentes formas, como no meio ambiente, nos remédios, na agricultura, nos combustíveis, entre outras. Não perdendo a oportunidade, viajei até a cidade de Caetité/BA para visitar a referida exposição e trazer para você esta novidade.


A INB em parceria com o Museu de astronomia e Ciências Afins (MAST), preparou mais uma exposição no seu Espaço INB de Ciência Tecnologia e Cultura, de Caetité. O evento está aberto à visitação pública desde 11 de novembro, com a exposição “A Química na história do Universo, da Terra e do corpo”.

Para o coordenador do evento, Aloísio Carvalho, será certamente mais uma amostra de sucesso de público, tendo em vista a importância do tema e a experiência com outras exposições de temas científicos.

“A Química na história do Universo, da Terra e do corpo” entende a Química como ciência da transformação da matéria, por meio de uma abordagem histórica e com suas implicações no cotidiano social. Nos últimos duzentos anos a enorme expansão dos conhecimentos químicos e físicos deu aos materiais um irremediável valor social e econômico. Associada ao remédio e ao veneno, ao bem-estar e ao doping, à produção de combustíveis, à poluição, à contaminação dos alimentos e dos ambientes, a Química marcou a evolução histórica do mundo e dos homens.
Nesta área da exposição são apresentados os principais químicos em sua época.
Antigamente dizia-se que a Química havia surgido no contraponto da alquimia, então considerada como feitiçaria, bruxaria, heresia. Hoje a Química está no centro dos debates que buscam encontrar o nexo da sobrevivência na Terra, sendo subsídio fundamental da Ecologia. Ao mesmo tempo, é a ciência que permite à Biologia manipular as estruturas do ser vivo, operando nos limites da ética científica, e à Astronomia desvendar a história do Universo.
Duas fotos com imagens dos supostos fornos dos alquimistas
UNIVERSO

As estrelas nascem, evoluem e morrem. Esse processo evolutivo se define nas transformações da sua composição química. Estudos sobre a nucleossíntese, desenvolvidos na segunda metade do século XX, e análises espectroscópicas, realizadas desde os anos de 1930, possibilitaram determinar tanto a composição química das estrelas quanto sua idade e o seu lugar na galáxia.

Química e Física se confundiram nesses estudos, mostrando que a evolução do Universo se dá por fusões nucleares, no curso das quais a estrela passa por estágios que se alternam em fases de equilíbrio entre a força gravitacional e a pressão da energia das reações nucleares, e de desequilíbrio, quando a estrela esgota seu combustível.
Dezenas de painéis ilustrados ajudam o visitante entender as mais importantes descobertas química

TERRA

Com a quebra da ideia dos quatro elementos – terra, ar, água e fogo – começou-se a explorar o quebra-cabeça químico da natureza. O primeiro passo foi entender a diversidade dos produtos da Terra. Em um momento seguinte, os químicos transformaram
Simulação do aquecimento Global
as moléculas, por substituição, adição ou transformação de substâncias criando os produtos sintéticos.

Com a intensificação dos processos de transformação química da matéria orgânica e o crescimento da indústria dos sintéticos, alterou-se o equilíbrio energético da vida na terra, trazendo inúmeras consequências socioambientais com as quais temos que lidar cotidianamente.

Na foto a cima, temos uma amostra de simulação de aquecimento global. O objetivo do experimento é mostrar como funciona a camada de ozônio e sua proteção atmosférica contra os raios ultravioleta emitido pelo sol.
Cientista, Johanna, destaque em pesquisa 'Química Ecológica' no Brasil
CORPO

Os seres vivos, na condição de complexos sistemas químicos estão em interação com o ambiente, que os transforma sem cessar por meio de agentes químicos externos ao corpo vivo.

A doença é exemplo de intromissão da química no corpo. A história do câncer, na sua dupla relação com o indivíduo – o ataque da doença e a busca da cura – está associada a uma das mais importantes parcelas da história da química. A descoberta dos elementos radioativos por Marie Curie no século XX levaram à radioterapia e à quimioterapia — formas atuais de tratamento contra o câncer.
Aparelho medidor de radiação. Na minha mão esquerda, uma pedra com alta concentração de Urânio

Além de aprender bastante com as explicações dos guias, visualizar as dezenas de banners expostas em diversos salões da exposição e vídeos ilustrativos, o visitante também tem a oportunidade de realizar alguns experimentos. Veja as fotos de dois experimentos realizados nesta exposição.
Experimento 1: Destilação simples: Água (H2O) e álcool (C2H6O)
Experimento 2: Inversão Térmica

Então, não deixe de conferir! O Espaço INB de Ciência Tecnologia e Cultura fica na Praça da Catedral, 23 no centro de Caetité/BA, e a entrada é gratuita. A visita de grupos pode ser agendada pelo e-mail espacoinbcaetite@inb.gov.br ou pelo telefone 3454-3600. Horário de funcionamento é de terça a sexta, das 9h às 12h e das 14h às 17h; Sábados, das 9h às 12h.
 
Fonte: Folder explicativo da exposição “A Química na história do Universo, da Terra e do corpo”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails