terça-feira, 18 de novembro de 2014

1º Congresso Brasileiro do Design Inteligente – DIA 2

O segundo dia do 1º Congresso Brasileiro do Design Inteligente teve suas atividades iniciadas logo pela manhã de sábado (15/11). O dia contou com um total de dez palestras e finalizou com a 1º Assembleia da Sociedade Brasileira de Design Inteligente, onde foi apresentada a composição da Mesa Diretora da entidade.

As palestras versaram sobre temas diversos, contemplando desde a biologia molecular até a psiquiatria.

Na primeira palestra, o biólogo e especialista em paleontologia e neurobiologia, Ricardo B. Marques explanou sobre a “Evidência de DI na Biologia: Mimetismo e Camuflagem”.

Destacando a diferença entre mimetismo e camuflagem, Ricardo Marques, demonstrou como esses dois fenômenos evidenciam a presença de DI na biologia molecular.

Na segunda palestra do dia, Tarcisio da Silva Vieira falou sobre: “A Química da Vida e suas evidências ao nível molecular: Origem espontânea da vida ou Design Inteligente.”

Tarcísio, além da graduação em biologia pela Universidade de Rio Verde, é Mestre em Química pela Universidade de Brasilia e Doutorando em Química pela Universidade Federal de Goiás. Ao término de sua exposição, o palestrante frisou que atualmente o paradigma predominante da ciência não fomenta a criticidade dos alunos, segundo ele: “A origem da vida é abordada de forma a não permitir o desenvolvimento do pensamento crítico nos estudantes.”.

Aprofundando ainda mais no universo da química, o Prof. Dr. Kelson T. Mota trouxe sua contribuição ao evento proferindo a palestra: “A TDI e a Química: as bases termodinâmicas da impossibilidade de existência de sistema vivos ordenados sem Design Inteligente”, onde foram apresentadas algumas contribuições advindas da ciência da termodinâmica que corroboram para a fundamentação da necessidade de um Design Inteligente para a existência da vida.

Dr. Kelson é Mestre e Doutor em Físico-Química pela Universidade de São Paulo (São Carlos) e atualmente é professor da Universidade Federal do Amazonas (UFAM).

A penúltima palestra do período da manhã foi proferida pelo Prof. Dr. Rodinei Augustini, e versou sobre as “Evidências de Design Inteligente na Química da Vida: processos bioquímicos ao nível molecular.”

Augustini é graduado, mestre e doutor em química pela UNICAMP e pós-doutor pela Universidade de Purdue – USA e atualmente é professor associado da UFMG.

Finalizando a sequência de palestras matutinas, Marcos Romano abordou um tema fascinante e extremamente relevante ao ser humano. Afinal, o que nos faz humanos? Respondendo esta indagação, Marcos Romano explanou sobre “O problema mente e corpo na ciência.” Apresentando os desafios atuais na compreensão da mente humana e suas implicações para o debate entre evolução e Design Inteligente.

Marcos Romano é Médico-psiquiatra pela UNICAMP, Ex- professor de Psiquiatria da PUC – Campinas, Especialista em Dependência Química pela UNIFESP/EPM, Psiquiatra Clínico e Especialista em Trasntorno do Déficit de Atenção (TDAH).

O evento deu seguimento no período vespertino, onde foram expostas mais cinco palestras. O período foi aberto com a exposição do Prof. Ms. Enézio E. De Almeida Filho, Presidente Emérito da Sociedade Brasileira de Deisign Inteligente. Em sua palestra, intitulada: “A idéia de Design Inteligente na natureza: dos filósofos gregos antigos aos teóricos atuais”, Prof. Enézio apresentou uma panorama histórico sobre a constatação de um Design Inteligente na natureza.

Prof. Enézio é Historiador da Ciência, coordenador do Núcleo Brasileiro de Design Inteligente (NBDI) e foi o pioneiro nas pesquisas sobre o tema aqui no Brasil. Ele também é editor do Blog Desafiando a Nemenclatura Científica.

A segunda palestra do período ficou a cargo do Engenheiro Johannes G. Jazen. Em sua preleção, cujo título foi: “Design Inteligente: um pressupoto fundamental e primordial da ciência.” Johanes falou sobre a existência dos fundamentos basilares da ciência, estes que, embora se assentem, de certo modo, em pressupostos filosóficos, foram indispensáveis para o desenvolvimento da ciência.

Johanes é Engenheiro pela Universidade Federal do Mato Grosso do Sul, Mestre e Doutor pela Universidade de São Paulo e Pós-Doutor pelo Massachusettes of Technology – MIT. Atualmente é professor da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul.

André Silva Oliveira levantou uma questão interessante, durante a exposição da terceira palestra do período, o fato de que, atualmente, em ciência, tudo pode ser discutido, exceto Darwin. Com sua palestra: “Darwin e o falso dilema”, André questionou o falso dilema de que, toda manifestação oposta à teoria da evolução é mal intencionado, descompromissada com a razão, e especialmente, de fundo religioso. De acordo com ele, é este falso dilema, “que coloca sempre as críticas fora do contexto científico e propõe a priori oposição entre Ciência e Religião. Ironicamente o darwinismo sim, tem sido ensinado e defendido de forma dogmática, sendo assim blindado das críticas, e por um caminho literalmente religioso, segue vencedor.”

André Silva de Oliveira é Biólogo graduado pela Universidade de Montes Claros Mestre e Doutorando em Biologia Celular e Estrutural, pela Universidade Federal de Viçosa. Atualmente é professor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Norte de Minas Gerais.

A penúltima palestra do período ficou a cargo de Eduardo Meurer, que com a palestra intitulada: “Um mundo Imperfeito com “Bad Designs”: Evidência a favor da Evolução ou do Design Inteligente?”, apresentou vários exemplos da literatura científica, onde supostos problemas nos sistemas biológicos são utilizados para embasar evidências a favor da evolução. Ele afirmou que “dentre os ‘problemas’ mais citados estão os defeitos genéticos do metabolismo, DNA lixo, redundância dos códons, entre tantos outros.” Porém, seriam essas inferências feitas de modo realmente científico? A discussão acerca dos recentes achados científicos sobre os “Bad Designs” não seriam, na verdade, uma oportunidade de apresentar sua interpretação a luz do Design Inteligente. Deste modo, na palestra foram discutidos os “Bad Designs” e em que direção eles apontam.

Eduardo Meur é Mestre e Doutor em Química pela UNICAMP, Pós Doutor na Universidade de Purdue – USA e atualmente é pesquisador colaborador na UNICAMP.

Finalizando o período vespertino, Rodolfo Paiva, com a palestra nominada: “O projeto Fantástico com Complexidade Mega Irredutivelmente Complexa dos Cefalópodes: Evolução ou DI?” falou um pouco mais sobre o mimetismo e a camuflagem, tema da palestra de abertura do segundo dia do evento.

Eduardo Paiva é graduado em química pela PUC Campinas, Químico de carreira técnica na UNICAMP, graduando em Química pela USP-SP e Pós-graduação em Química pela Faculdade Oswaldo Cruz.

O início da noite foi marcada por um acontecimento histórico para o cenário científico nacional. Na ocasião ocorreu a 1º Assembleia da Sociedade Brasileira de Design Inteligente, que foi realizada a fim de apresentar a mesa Diretora da Entidade.

A 1º Diretoria da Sociedade é composta por:

Presidente – Prof. Dr. Marcos Eberlin

Vice-Presidente – Prof. Ms. Enésio E. Almeida Filho –

1º Tesoureiro – Prof. Dr. Caio Lucídios Azevedo

2º Tesoureiro – Prof. Dr. Daniel Raso

1º Secretário – Prof. Dr. Eduardo Meuer

2º Secretário – Prof. Dr. Luis Fernando

Ao término da Assembleia, representando as Faculdades Evangélicas Integradas Cantares de Salomão (FEICS), os acadêmicos: Luis Mário, Gladís Damazio e Suzi Damazio, parabenizaram o principal expoente do evento e Presidente da SBDI, prof. Dr. Marcos Eberlin, e o presentearam com um exemplar da 1º Edição da Revista Acadêmica “Enfoque Teológico”.

A programação segue durante a manhã deste domingo (16/11) e conta com a presença do Prof. Adauto Lourenço, proferindo a palestra de encerramento do evento.

A organização do Congresso informou que, conforme disponibilização pelos palestrantes, as palestras estarão, em breve, disponíveis na página oficial do evento (http://www.designinteligentebrasil.com.br/), que se tornará no site da Sociedade Brasileira do Design Inteligente.

Redação: Suzi Damazio / Gladís Damazio

Imagens: Luis Dias

Fonte: Como Vivemos?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails