sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Metade da água do planeta pode ser mais antiga que o Sol

Um estudo apresentado nesta quinta-feira indica que metade da água do planeta talvez seja mais antiga do que o Sistema Solar, o que aumenta a possibilidade de existir vida fora de nossa galáxia , a Via Láctea.

O trabalho, divulgado na revista americana Science, vai alimentar o debate sobre se as moléculas de gelo de água nos cometas e nos oceanos se formaram no disco de gás e poeira ao redor do jovem Sol há 4,6 bilhões de anos, ou se provêm de uma nuvem interestelar mais antiga.

"Determinando agora a parte antiga da procedência da água na Terra, podemos ver que o processo de formação de nosso Sistema Solar não foi único e que, portanto, os exoplanetas podem se formar nesses ambientes onde a água é abundante", explicou Tim Harries, do Departamento de Física e Astronomia da universidade britânica e um dos autores da pesquisa.

Levando-se em consideração que a água é um elemento crucial para o desenvolvimento da vida na Terra,  os resultados deste estudo podem sugerir que a vida existe em outro lugar mais além da nossa galáxia, ressaltaram os cientistas.

"Trata-se de um passo importante em nossa busca para saber se a vida existe em outros planetas", afirmou Harries.

Os resultados "aumentam a possibilidade de que alguns planetas fora de nosso Sistema Solar (exoplanetas) contem com as condições propícias e recursos de água que permitam a existência de vida e sua evolução", afirmou.

Utilizando um sofisticado modelo que permite simular as fórmulas químicas entre as moléculas de água formadas no Sistema Solar e as que existiam antes, os pesquisadores da Universidade de Exeter, na Grã-Bretanha, descobriram que entre 30 e 50% da água consumida hoje em dia é cerca de um milhão de anos mais antiga do que o Sol.

Fonte:  Exame

Nota: Sem dúvidas, a água é essencial para existência da vida, mas ela sozinha não é garantia do surgimento da vida. Pelas pesquisas atuais, sabemos que é necessário haver outras associações de substancias complexas e também propícias para que a vida possa desenvolvesse. Confirme a minha declaração aqui! Mesmo assim, porque a reportagem afirmou a possibilidade de vida em outros planetas por motivos de água antiga? A resposta é simples, eles creem no naturalismo filosófico, ou seja, no evolucionismo.

Por outro lado, se observarmos melhor esta descoberta, notaremos que os resultados metafíscos desta pesquisa encaixa-se mais para a filosofia bíblica (criacionismo) do que a naturalista (evolucionismo). Veja o que está escrito no livro de Gênesis 1: 2, ("E a terra era sem forma e vazia, trevas cobriam a face do abismo, e o Espírito de Deus se movia sobre a face das águas"). E depois leia Gênesis 1: 3, ("Disse Deus, haja Luz, e houve luz."). Viu? Segundo os relatos bíblicos, a água já existia há muito tempo, mesmo antes da criação da terra e o sol veio a existir no quarto dia da criação. Sendo assim, ponto para nós criacionistas! Se realmente esta pesquisa for comprovada, podemos dizer mais uma vez que, a ciência sempre estará do lado da bíblia. [Firmo Neto]

Leia também: Descoberto o maior reservatório de água do mundo 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails