quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Biologia evolucionária está e ficará deploravelmente incompleta!

“A origem da vida – ou, para ser mais preciso, a origem dos primeiros sistemas replicadores e a origem da tradução – permanece um grande enigma, e o progresso na solução desses problemas tem sido muito modesto – no caso de tradução, quase insignificante. Algumas observações e ideias potencialmente proveitosas existem, tais como a descoberta das plausíveis incubadoras da vida, as redes de compartimentos inorgânicos nas fontes hidrotermais e a versatilidade química das ribozimas que alimentam a hipótese do Mundo RNA. Todavia, esses avanços permanecem apenas como preliminares, mesmo que importantes, porque eles nem se aproximam de um cenário de evolução pré-biológica coerente, desde as primeiras moléculas orgânicas para os primeiros sistemas replicadores, e desses para entidades biológicas bona fide nos quais o armazenamento de informação e função são partilhados entre as classes de moléculas distintas (ácidos nucléicos e proteínas, respectivamente). Na minha opinião, apesar de todos os avanços, a biologia evolucionária está e ficará deploravelmente incompleta até que haja pelo menos um cenário de origem da vida plausível, mesmo que não seja convincente. A busca por tal solução para o derradeiro enigma pode nos levar por direções inesperadas (e profundamente absurdas para biólogos), particularmente para uma completa reavaliação dos conceitos relevantes de aleatoriedade, probabilidade, e a possível contribuição de eventos extremamente raros, como os exemplificados pela perspectiva cosmológica dados no capítulo 12.”

(Koonin, Eugene V. [2012]. The Logic of Chance: The Nature and Origin of Biological Evolution, Pearson Education, Inc., Publishing as FT Press Science, New Jersey, p. 417)

Nota do blog Desafiando a Nomenklatura Científica: “Geralmente, é dito por evolucionistas em debates que a teoria da origem da vida não é necessária para a fundamentação e corroboração da teoria da evolução de Darwin através da seleção natural e n mecanismos evolucionários de A a Z (vai que...). Quando questionados do porquê de os cenários de origem da vida, segundo eles, não importantes para explicar a origem e a evolução biológica, aparecerem nos livros didáticos de Biologia do Ensino Médio aprovados por douta comissão de pareceristas do MEC/SEMTEC/PNLEM, eles ficam em silêncio. Por que ficar em silêncio se isso não é importante? Koonin falou e disse: sem uma teoria da origem da vida, a atual teoria da evolução está e ficará deploravelmente incompleta. Com a palavra os cientistas que estão elaborando a nova teoria geral da evolução – a Síntese Evolutiva Ampliada – que, pasme, somente será apresentada em 2020. Eu aprendi na universidade que a CIÊNCIA abomina o vazio epistemológico. Então sob qual referencial teórico está sendo feita biologia evolucionária?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails