terça-feira, 15 de outubro de 2013

A suposta guerra entre ciência e Deus é uma invenção recente?

Destaco trecho do artigo If You Cannot Scientifically Prove Your Belief, Is It Meaningless? do filósofo Paul Copan:

A suposta guerra entre ciência e crença em Deus é, na verdade, uma invenção relativamente recente, que os historiadores da ciência hoje reconhecem.

E se houve conflito, tem sido o resultado de acontecimentos históricos incidentais, não porque Deus e a ciência inerentemente estão em choque.

Afinal, a ciência moderna surgiu através de crentes na Bíblia, tais como Newton, Kepler, Copérnico, Galileu, Boyle, Faraday, e assim por diante.

A visão bíblica do mundo - com suas suposições sobre a ordem do universo ou a capacidade da mente humana de compreender o mundo - ajudou a moldar a ciência moderna.

O notável físico Paul Davies fala sobre a influência inevitável da teologia sobre a ciência - quer os ateus reconheçam ou não: "A ciência começou como uma conseqüência da teologia, e todos os cientistas, sejam ateus ou teístas... aceitavam uma visão de mundo essencialmente teológica".

E para todo o alarido sobre Galileu, a controvérsia foi mais política e filosófica do que científica. Ele mesmo escreveu em 1615 que "a Escritura não pode nunca mentir, desde que o seu verdadeiro significado seja apreendido."

Fonte: Origem e Destino

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails