quinta-feira, 26 de setembro de 2013

Cafeína atrasa desenvolvimento cerebral de adolescentes

Adolescentes que bebem muita cafeína podem ter o desenvolvimento do cérebro afetado, segundo cientistas suíços. Crianças e jovens adultos que consomem o equivalente a três xícaras de café - três latas de energético ou aproximadamente uma garrafa de cola - podem estar reduzindo a quantidade de sono profundo e consequentemente prejudicando o desenvolvimento cerebral, mostrou o Daily Mail.

Humanos e outros mamíferos têm padrões de sono mais intensos na puberdade e seus cérebros amadurecem mais rápido neste período. Entretanto, cientistas que exploram os efeitos da cafeína em ratos descobriram que o processo de amadurecimento no cérebro do roedores era atrasado quando associado ao consumo das bebidas.

O estudo foi financiado pela fundação Nacional de Ciência da Suíça, preocupada com o consumo de cafeína por crianças e adolescentes, que aumentou cerca de 70% nos últimos 30 anos.

Pesquisadores da Universidade do Hospital Infantil de Zurich, descobriram que, em ratos na puberdade, a ingestão de cafeína - equivalente a três a quatro xícaras de café por dia em humanos - resulta em sono profundo reduzido e num desenvolvimento cerebral atrasado.

- O cérebro das crianças é extremamente plástico, devido às muitas conexões, e quando ele começa a amadurecer durante a puberdade, um grande número das conexões são perdidas - afirmou Reto Huber, autor do estudo. - Essa otimização provavelmente ocorre durante o sono profundo. Sinapses chave se estendem, enquanto outras são reduzidas, o que torna a rede mais eficiente e o cérebro mais poderoso.

Fonte: O Globo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails