domingo, 4 de agosto de 2013

A metodologia de convergência das ciências sob a ótica da criação

A Teoria da Evolução tem sido considerada por alguns educadores como um paradigma e base para todas as demais disciplinas quanto à origem e comportamento das espécies. Há muito tempo, as escolas têm adotado livros didáticos que afirmam que a evolução é um fato incontestável. Partindo disso, qualquer questionamento à Teoria da Evolução é considerado como algo fora de cogitação. É como se questionasse os próprios fatos científicos. A idéia de um Criador ou de um projetista inteligente é totalmente descartada e sujeita apenas a uma religiosidade.

Pela negligência de questionamentos e de aprofundamento científico, muitos livros didáticos trouxeram, inclusive, fatos adulterados sem ao menos corrigi-los. Como exemplo, temos os embriões de Haeckel e as mariposas de Manchester. Esses exemplos ainda aparecem nos livros didáticos de Biologia do Ensino Médio, mesmo que a comunidade científica questione e veja-os como uma fraude. A escola usa livros que relatam a Teoria da Evolução como um fato indubitável e expõem-na como nem o autor da teoria fez, Charles Darwin, pois o próprio Darwin não apresentou a sua teoria como um fato inquestionável.

Muitos professores de biologia e alunos desconhecem completamente a Teoria do Design Inteligente. Por outro lado, os livros de Biologia trazem apenas como ensino e abordagem a Teoria da Evolução sem trazer nenhuma dificuldade, inclusive levantadas pelo próprio Charles Darwin.

Esse livro, que vem de pesquisas e estudos da minha tese de Mestrado e Doutorado, tenta demonstrar que a Teoria da Evolução tem muitas dificuldades ainda como teoria, e que a teoria do Design Inteligente e da Criação são perfeitamente científicos e viáveis como uma opção de estudo nos livros de Biologia, pois trazem argumentos científicos que apontam para uma mente criadora como resposta para a origem de complexidades irredutíveis e nanotecnologias biológicas.

Por:
Mario Magalhães

Fonte: Editora Reflexão-SP

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails