domingo, 23 de junho de 2013

NUBEPO – Núcleo Baiano de Estudo e Pesquisa sobre as Origens

NUBEPO
Por que muitos cientistas e educadores experientes, em pleno século XXI, ainda duvidam da teoria evolutiva? Por que alguns deles ainda preferem acreditar no livro de Gênesis, que explica a existência de um Design Inteligente, a acreditar na evolução darwinista ou mesmo na evolução teísta a qual explica que um ser de mente inteligente e todo-poderoso é o direcionador desses processos evolutivos?

Consequentemente, mais perguntas são levantadas: Por que a ciência ainda não consegue enterrar Deus? A teoria da evolução é mesmo confiável? Qual a origem do universo e da vida? Viemos do macaco? Quem surgiu primeiro, o DNA ou a proteína? Os resultados das pesquisas sobre o caldo primordial, que poderia ter existido há bilhões de anos, são realmente verdadeiros? Poderiam cientistas acreditar que a vida na Terra tem provavelmente menos de 10.000 anos de idade? Os métodos de datação de rochas são confiáveis? Qual é mesmo a idade da Terra? O dilúvio de gêneses é lenda ou fato? É possível harmonizar a ciência e a bíblia?

 Assim, perguntas como essas são provocadas sob diversas cosmovisões filosóficas cujos campos de debate saíram dos laboratórios e universidades para o público em geral. Hoje, tanto cientistas como leigos querem uma resposta mais plausível para suas indagações sobre as origens.

Por outro lado, as grandes mídias, inclusive a brasileira, infelizmente, “não tem informado devidamente sobre os meandros da discussão científico-filosófica envolvida na controvérsia entre criacionismo e evolucionismo. A mídia (especialmente a popular) colabora para o aprofundamento do preconceito contra a teoria do criacionismo e do Design Inteligente”. Michelson Borges – editor, jornalista e escritor.

Seus Fundadores

Estas observações e indagações levaram um grupo de professores e estudiosos de várias áreas do saber como bioquímica, matemática, teologia, pedagogia e estudantes universitários a reunir-se na cidade de Guanambi - Bahia, no dia 23 de setembro de 2011, para fundar um Núcleo de Estudo e Pesquisa Sobre as Origens - NUBEPO. 
Fundadores da associação NUBEPO - Núcleo Baiano de Estudo e Pesquisa sobre as Origens.
Esse núcleo se organizou como associação e tem como objetivo promover e incentivar o estudo, a pesquisa e os resultados científicos próprios e de outrem, que apoiem a tese da existência de planejamento, propósito e desígnio em todos os campos da natureza observável, em contraposição à tese do mero acaso mecanicista. Por conseguinte, pretende-se promover exposições com maquetes, cartazes, banners, portfólios, fotografias, vídeos, filmes, documentários, livros, revistas, réplicas de fósseis ou demais materiais didáticos e para-didáticos em escolas e outras instituições públicas ou privadas; organizar cursos, simpósios, palestras e encontros em diversas instituições educativas ou grupos de estudos, além de divulgar esses conhecimentos relativos ao estudo e pesquisas das origens em publicações de diversos gêneros, tais como: revistas científicas, meios de comunicação de massa e mídia eletrônica.

 É válido esclarecer que essa associação, sem fins lucrativos, não tem vínculos com nenhuma instituição religiosa e/ou política.

Na ocasião da formação do NUBEPO, em sua primeira reunião, com a conformidade dos presentes que formaram a nova assembleia, foi votada e nomeada a primeira diretoria:

Presidente:
Prof. Firmo Neto;
Vice-Presidente: Prof. Marcos Peter;
Secretário: Prof. Clério Moura;
Coordenador da Comissão científica: Prof. Dr. Pedro Vieira;
Tesoureira: Prof (a). Miley Araujo.

Sobre a logomarca:
 
O ornamento representa uma molécula de DNA, o código da vida extrapolando os limites da filosofia e pensamento humano representado pela caixinha. Uma semântica de que os atributos e desígnios divinos estão acima da compreensão humana. As cores da bandeira da Bahia fecham a identidade e origem do movimento.

Associe-se:

Para participar do Núcleo Baiano de Estudo e Pesquisa sobre as Origens – NUBEBO, o interessado deve primeiro entrar no site www.nubepo.org, ler o estatuto da associação e, posteriormente, inscrever-se na modalidade que mais se adéqua, sendo:

•    Pesquisador Pleno;
•    Pesquisador Júnior;
•    Pesquisador Leitor.

Todo aquele que se interessar pelo estudo e diálogo a respeito das origens em suas diferentes vertentes: materialismo, evolucionismo (darwinista, teísta e etc.), Design Inteligente, criacionismo (bíblico ou científico) ou outra cosmovisão filosófica sobre como tudo começou é convidado a conhecer e fazer parte do NUBEPO.

A sede do NUBEPO, atualmente, localiza-se em Guanambi – Bahia. Este ano, 15 e 16/11/2013, a cidade de Vitória da Conquista foi escolhida para sediar o I Simpósio Baiano Sobre as Origens.

O NUBEPO nomeia em cada evento uma nova coordenação composta por membros associados para representar a cidade sede do próximo evento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails