segunda-feira, 1 de outubro de 2012

O algoritmo das formigas

A Terra parece ser um sítio totalmente controlado pelas formigas, uma vez que elas parecem cobrir o globo inteiro. O sucesso de qualquer colónia de formigas depende das capacidades inerentes de muitas das suas operárias. Uma das capacidades das formigas recolhedoras depende de um algoritmo que governa a frequência com que elas saem da colónia, e que tem um paralelo com um outro algoritmo gestor de dados de internet.

 As formigas recolhedores fazem buscas  por sementes e cada uma das formigas transporta uma semente de cada vez para a sua colónia. Se demasiadas formigas se encontram em busca de sementes, os recursos são desperdiçados, e a colónia poderá receber um excesso de provisões que poderiam gerar um bloqueio no tráfego (e problemas no armazenamento do excesso de alimentos). Isto pode ser um desastre.

 Por outro lado, a colónia passará fome se não haver sementes suficientes.  Como é que as formigas controlam esta tarefa crítica?  Os pesquisadores estavam curiosos por  descobrir a forma como as formigas levavam a cabo esta tarefa sem qualquer tipo de administração centralizada.

 A resposta é que as formigas levam consigo todo o seu entendimento. Ao testarem com as formigas recolhedoras, os biólogos determinaram que, quando as formigas regressam  à colónia mais lentamente, então mais formigas sabem que têm que sair da colónia e ir recolher. Ao mesmo tempo, quando as formigas regressam em grande número, enchendo rapidamente as “dispensas”, menos formigas saem para buscar alimento.

 Biólogos e engenheiros de Stanford fizeram uma parceria e descobriram que um algoritmo frequentemente usado para regular o tráfego da internet assemelha-se com o que as formigas usam para regular o tráfego de recolha.  Os dados foram publicados no jornal onlone PLoS Computational Biology.

 Eles observaram que o algoritmo presente no cérebro das formigas usa quatro variáveis. Uma descreve a taxa das formigas que saiam, outra descreve a quantidade com que a taxa aumenta à medida que cada formiga regressa, e outra descreve a forma como a taxa diminui cada vez que cada formiga sai. O artigo uniu estes parâmetros usando duas fórmulas::

1 -  an = max(an-1-qDn-1+cAn-d,a), a0 = 0
2 -  Dn~Poisson (an)

Quem diria que as formigas eram tão inteligentes?

 Para além disto, as formigas recolhedoras sabem muito mais. Por exemplo, elas sabem qual a amplitude térmica ideal para elas irem em busca de alimento. Elas recolhem-se para o subsolo durante os períodos mais quentes dos desertos da zona ocidental dos EUA (onde muitas delas vivem).

 Em dias de Sol, as formigas recolhedoras normalmente param de buscar alimento por volta das 11 a.m. e regressam quando as temperaturas baixam para os  118-125°F [47º - 51º Celsius]. Isto significa que as formigas possuem termómetros internos que comunicam com os seus centros de decisão.

Claramente, as formigas não aprenderam isto numa escola, portanto é perfeitamente lógico e cientifico inferir que este conhecimento vem duma Fonte exterior a elas mesmas.

Fonte:
Darwnismo

 Nota do blog Darwnismo: Não é difícil saber Quem é o Programador que codificou as formigas de modo a que elas possam executar algoritmos necessários para a sua sobrevivência, no entanto seria interessante saber se os militantes ateus realmente acreditam que um sistema que faz cálculos matemáticos pode ser o efeito de forças não-inteligentes. Se sim, que tipo de evidências eles fornecem que suporte esta posição religiosa não-científica?

Enquanto os militantes ateus pensam nisso, fica aqui um versículo especialmente para eles: "Vai ter com a formiga, ó preguiçoso: olha para os seus caminhos, e sê sábio." Provérbios 6:6

2 comentários:

  1. Amigo, obrigado pelo link ao Darwinismo.

    Já adicionei este blogue à Central:

    http://centralcriacionista.blogspot.com.br/

    Se quiseres, adiciona aí o banner da mesma, para podermos publicitar os blogues criacionistas.

    PS: Não precisa de ser um dos banners lá presentes (do lado direito). Basta um que faça um link para lá.-

    Graça e Paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acabei de colocar o seu link central criacionista em meu blog. E obrigado pela confiança e parceria que também nos tens fornecido.

      Excluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails