quinta-feira, 21 de julho de 2011

Humano andava ereto muito antes do que se imaginava

Os seres humanos andavam de pé muito antes do que se imaginava. Cientistas da Universidade de Liverpool, na Inglaterra, descobriram pegadas humanas de quase 3,7 milhões de anos atrás [segundo a cronologia evolucionista]. Até então, acreditava-se que a habilidade de andar ereto em duas pernas havia evoluído há 1,9 milhão de anos. As 11 pegadas encontradas em sedimentos rochosos na Tanzânia mostram um passo mais parecido com o dos humanos do que a postura adotada pelos chimpanzés, orangotangos e gorilas. Estudos anteriores haviam encontrado apenas a marca de um dos pés, dificultando a análise do andar dos animais [sic]. Os pesquisadores acreditam que as pegadas foram deixadas por Australopithecus afarensis, um humano primitivo [sic] que pode ter sido o ancestral direto dos que vivem hoje. A análise das marcas foi comparada com dados anteriores sobre humanos modernos e primatas. A habilidade de andar como os seres humanos modernos evoluiu [sic] há quase 4 milhões de anos [idem] em uma espécie que os cientistas acreditavam [crença é crença, cada um tem a sua] passar parte do tempo em árvores.

A descoberta mostrou que o Australopithecus afarensis não andava em uma postura agachada e apoiando-se nas laterais dos pés, como os grandes primatas de hoje o fazem. As pegadas mostraram que o ancestral do homem andava ereto e se apoiava na parte da frente do pé, especialmente no dedão, assim como os humanos de atualmente. Isso quer dizer que o desenvolvimento do andar do Australopithecus afarensis o ajudou a expandir suas fronteiras além da África.

(Veja)

Nota: O fato é que humanos já eram humanos desde que foram criados! Pesquisadores já perceberam que o neandertal era bem “evoluído” para ter vivido há tantos supostos milhares de anos. Agora vem a constatação de que o Australopithecus afarensis também se comportava como humano muito antes dos imaginados 1,9 milhão de anos. Daqui a pouco terão que concluir que os ancestrais do ser humano sempre foram “evoluídos”! A despeito de procurarem nossos supostos “ancestrais” no local errado – nas planícies da África e não no ponto de dispersão da Ásia –, os cientistas têm percebido (ou deveriam) que humanos são humanos e macacos são macacos. Sempre foi assim, embora os evolucionistas tenham empreendido muito esforço para macaquizar os humanos e humanizar os macacos.[Michelson Borges]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails