quinta-feira, 3 de março de 2011

Para CBF, futebol serve à “desinformação do povo”

Para a CBF, “o futebol não tem interesse social relevante”. A entidade que comanda a modalidade no país também acredita que o futebol contribui “para a desinformação do povo, já de si mal aparelhado intelectualmente”. Depois dessa confissão, seria interessante um tuitaço promovendo um boicote ao futebol e um NÃO à Copa de 2014. A inflação galopa montanha acima por causa dos gastos públicos com essa besteira chamada Copa, que só serve para promover o ego de suíços corruptos e demais europeus encastelados em impérios do esporte naquele continente. Tudo isso inclui: lavagem de dinheiro de mafiosos (vide donos do Chelsea), da droga (times colombianos e mexicanos), da prostituição (vide Berlusconi), dos jogos de azar (ingleses), da transferência bilionária de soldos de príncipes, reis e ditadores das arábias (Manchester United, Arsenal, Manchester City, Liverpool) para os cofres europeus, já que seus tronos estão ruindo.

Enquanto isso, aqui nos trópicos do Sul do mundo, a Globo controla todos os torneios e telespectadores idiotas continuam acreditando na transparência dos campeonatos. Coincidência ou manipulação os times paulistas, principalmente o Corinthians, terem seus jogos agendados para as quartas-feiras, às 22h! Se a Globo consegue isso, é porque tem poder de manipulação nas entidades, inclusive na sul-americana Conmebol, cuja sede se encontra em Assunção. Logo no Paraguai! E se a Copa realmente for realizada, quem vai pagar serão os brasileiros. Aliás, já pagam. O governo teve de assinar um documento abrindo mão de sua soberania, favorecendo a Fifa, que sequer paga impostos aos países nos quais se promovem os eventos.

Outra mentira indica que países que sediaram copas tiveram uma posterior prosperidade econômica. Mentira! Lembrem-se da Argentina, do México (que teve duas oportunidades e se encontra na lama da pocilga). A iludida África do Sul não vai escapar dessa lógica do caos, também. Alemanha, Estados Unidos, Itália, Coreia do Sul, Japão, França, Inglaterra, Suíça, Suécia não precisaram de copa ou olimpíada para iniciar um período de prosperidade. Já pertenciam ao primeiro escalão.

Se o futebol não tem interesse social, evidencia-se o interesse maquiavélico de favorecer a poucos. Leia-se CBF, Fifa, imprensa conivente, anunciantes de peso, políticos. Se a CBF contribui para a desinformação, para que ficar plugado aos torneios? Perda de tempo! Será que o Comitê Olímpico também pensa da mesma forma? Está na hora de dar o troco nessas entidades espúrias e acabar de vez com essa história de Copa e Olimpíada antes que o barco afunde. E talvez tenha de adernar mesmo, a fim de o partidinho que tomou de assalto o Brasil possa justificar a volta do mascote e mascate Lula.

Fica aí a sugestão: boicote o futebol e seja mais feliz, preparando-se para algo muito melhor do que essas ilusões passageiras, verdadeiros enganos que só causam ruína e separação entre amigos.

(Ruben Dargã Holdorf é jornalista e professor universitário)

Fonte: criacionismo.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails