domingo, 20 de março de 2011

A espiritualidade nas grandes universidades

Não estranhe essas teses de egressos ou professores de Harvard ou Oxford. A ideia que temos de Harvard (ranqueada como a melhor universidade do mundo), MIT e Oxford é que são instituições com pesquisadores racionalistas, cientificistas e iluministas. A verdade não é bem assim. Harvard foi fundada por puritanos, sim puritanos da Nova Inglaterra, religiosos ortodoxos, o mesmo para MIT e Oxford, esta última por anglicanos e católicos. São instituições abertas para o espiritual. Harvard tem a faculdade de teologia; é a faculdade mais antiga dessa universidade e não há ninguém que torça o nariz para ela, nem se cogita tirar da Harvard Divinity School o nome Harvard. Oxford, da mesma forma, tem sua faculdade de teologia e também como ocorre em Harvard sempre tem uma meia dúzia de asshole que torce o nariz para essa faculdade. O MIT é talvez o melhor para evidenciar esse caso, é o laboratório tecnológico mais importante do mundo e, no entanto, tem uma igreja, capela, ou seja, eles levam a sério a espiritualidade lá http://arrumario.blogspot.com/2009/03/capela-mit-eero-saarinen.html (observe ao centro da capela na abertura do alto as cascatas de espelhos que tentam revelar que existe algo mais). E mais que isso, o MIT tem uma capelã, uma teóloga alemã, e o serviço dela é muito admirado. Bom talvez você pergunte o que esse pessoal está fazendo ali? Bem, estão fazendo ciência com a mente aberta.

(Rogerio Marques, no blog do jornalista Luis Nassif)

Fonte: Criacionsimo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails