sexta-feira, 30 de abril de 2010

Coordenador do NBDI explica o que é design inteligente


Aproveitando como “gancho” o 3º Simpósio Darwinismo Hoje, realizado pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, em São Paulo, de 26 a 29 de abril, o portal iG publicou a reportagem “Design Inteligente ganha espaço no Brasil”. Na matéria de Isis Nóbile Diniz, é dito que “os partidários do Design Inteligente acreditam que algo, seja um Deus ou até mesmo um extraterrestre, seria o responsável pelas criações da maioria dos seres na Terra, em oposição ao darwinismo, que responsabiliza o mecanismo de seleção natural pela evolução dos seres vivos, inclusive o homem”. Nóbile informa que metade da população dos Estados Unidos acredita que Deus criou os seres literalmente como está descrito na Bíblia, e completa, ecoando uma crítica recorrente na imprensa: “Por isso, o Design Inteligente é chamado por seus críticos de ‘criacionismo disfarçado’, uma tentativa de dar um verniz científico a uma crença religiosa.”

Nóbile entrevistou os biólogos Atila Iamarino, da Universidade de São Paulo (USP), e Henrique Paprocki, da Universidade Católica de Minas Gerais (PUC-MG). Segundo Paprocki, “o principal problema do Design Inteligente é montar sua teoria em cima de falhas na Teoria da Evolução”. Paprocki também afirma que “existem evidências indiscutíveis sobre a Teoria da Evolução, é como afirmar que a Terra gira em torno do Sol”. E justifica: “O fato de haver lacunas não significa que ela esteja errada.”

Iamarino apela para a medicina a fim de tentar embasar cientificamente a seleção natural: “Quando digo que a seleção natural favorece certos organismos, sei que na presença de antibióticos as bactérias resistentes tendem a ser favorecidas. Daí a necessidade de tomar os remédios durante todo o tratamento. É não dar chance para que algumas tenham a resistência selecionada e passem adiante essa característica”, explica. “O Design Inteligente é como dizer que o céu é azul porque alguém o deseja assim, não explica nem acrescenta”, acredita Iamarino.

Entrevistei o coordenador do Núcleo Brasileiro de Design Inteligente (NBDI), o mestre e doutorando em História da Ciência Enézio de Almeida Filho. [Leia a matéria completa no portal CNTN]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails