quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Bento XVI pede união de todas as Igrejas cristãs


O papa Bento XVI pediu hoje a unidade de todas as igrejas cristãs, porque "a comunhão dos cristãos torna mais crível e eficaz o anúncio do Evangelho", antes de rezar o Ângelus dominical na Praça de São Pedro, diante de cerca de 50 mil fiéis. Bento XVI anunciou que assistirá amanhã à cerimônia ecumênica presidindo as solenes vésperas na Basílica de São Paulo Extramuros, no encerramento da Semana de Oração para a União dos Cristãos, que coincide com a conversão de são Paulo. "A Igreja é concebida como o corpo, do qual Cristo é a cabeça, e forma com Ele um uno", acrescentou o papa, citando São Paulo: "Todos fomos batizados mediante um só espírito em um só corpo, judeus ou gregos, escravos ou libertos, e todos saciamos nossa sede espiritual."

Graças aos carismas, "a Igreja se apresenta como um organismo rico e vital, não uniforme, fruto do único Espírito Santo que conduz todos a uma unidade profunda, assumindo as diferenças sem aboli-las e realizando uma união harmoniosa", disse.

Portanto, é justo em Cristo e no espírito que a Igreja é una e santa, o que é uma íntima comunhão que supera a capacidade humana e a sustenta, afirmou o pontífice.

O papa lembrou a figura de São Francisco de Sales, padroeiro dos jornalistas e da imprensa católica, cuja memória litúrgica é celebrada hoje e a relacionou com a mensagem que enviou ontem aos sacerdotes para que divulgassem o evangelho pela internet.

(Yahoo Notícias)

Nota: Que a igreja é um "corpo", isso é fato. Mas a Bíblia apresenta Cristo como o único cabeça dessa igreja, ao passo que a Igreja Católica entende que o papa é o "cabeça visível da igreja". Assim, a pergunta que fica é: Quem será o líder visível dessa coalizão ecumênica? No livro O Grande Conflito (recomendo a leitura), Ellen White afirma que o papado nunca mudou e que essa união religiosa seria um dos sinais do fim. Quando Cristo previu que haverá um só rebanho e um só Pastor (João 10:16), estava Se referindo a Si mesmo e às pessoas sinceras que abraçarão a verdade bíblica. Essa união se dará em torno da Verdade, com o consequente abandono do erro doutrinário. O ecumenismo propõe a união em torno de uma religião, independentemente do que se creia.[MB]

FONTE: Criacionismo

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails