quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

Vidas secas


Vidas Secas é o título de um dos romances do escritor brasileiro Graciliano Ramos, publicado em 1938, mas bem poderia ser a definição da existência de algumas pessoas. Há vários motivos que levam uma pessoa a tirar a própria vida, mas um deles (talvez o principal) é a perda de um sentido para viver. Ganha-se dinheiro, fama, poder, prazer, mas muitas vezes às custas da própria dignidade. Chama atenção o número de suicídios entre atrizes, principalmente no dito mercado de filmes pornográficos. Em 1994, a jovem atriz Shannon Michelle Wilsey Longoria (cujo nome artístico era Savannah) tirou a vida com um tiro de revólver. Ela tinha apenas 23 anos e havia estrelado alguns filmes pornográficos. Marilyn Monroe e Anna Nicole Smith foram outras famosas que se despediram da vida de maneira trágica. E a lista continua, basta pesquisar.

Desta vez, ao que tudo indica, foi a atriz brasileira Leila Lopes, 40 anos, que teria cometido suicídio. Ela foi encontrada morta em sua casa, no bairro do Morumbi, na zona sul de São Paulo, na madrugada desta quinta-feira (3). Segundo o delegado Maurício José da Silva Pinto, medicamentos não identificados foram encontrados ao lado do corpo da atriz e ela teria deixado cartas para familiares.

Segundo informações do portal Terra, leila Gomes Lopes nasceu em 1969 na cidade de São Leopoldo, no Rio Grande do Sul, e era atriz, jornalista e apresentadora de TV. Leila ficou famosa após interpretar a “professorinha” Lu, na novela global Renascer, de 1993, e também fez sucesso na pele de Suzane, em O Rei do Gado, de 1996. Antes disso, ela já havia atuado na novela Pantanal, em 1990, na extinta Rede Manchete.

Em março de 1997, Leila fez um ensaio para a revista Playboy. A atriz também ganhou destaque em maio de 2008, quando entrou para o elenco da produtora de filmes pornográficos Brasileirinhas, com o filme “Pecados e Tentações”. Em setembro do mesmo ano, Leila posou nua novamente, desta vez para a revista Sexy Premium. Seus últimos trabalhos foram como apresentadora de TV em programas adultos.

Como ouvi alguém dizer certa vez: tudo sem Deus é nada. A vida em desacordo com os princípios divinos, por mais que a consciência cauterizada tente dizer que tudo está bem, acaba cobrando o preço, mais cedo ou mais tarde. Alguns vão administrando o vazio "de bar em bar", de festa em festa, de compra em compra, de parceiro em parceiro. Outros sucumbem ante desilusão. Jesus disse que veio (também) para que tivéssemos uma vida em abundância, um vida de plenitude, uma vida com um propósito último que norteia e dá sentido ao agora. Viver afastado da fonte de Vida é morrer aos poucos.[MB]

Um comentário:

  1. Realmente, existem mtos entre nós q sõa realmente terrenos áridos e sem vida...mas Deus oferece a todos aqueles q O aceitar fontes de águas vivas, a jorrar, p a vida eterna...
    "Como suspira a corça pelas correntes das águas, assim por Ti, ó Deus, suspira a minha alma. A minha tem sede de DEus, do Deus vivo..."(Salmas 42:1 e 2)
    "O Espírito diz: Aquele q tem sede venha, e quem quiser receba de graça a água da vida"(Apocalipse 22:17)

    ResponderExcluir

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails