quarta-feira, 26 de agosto de 2009

Leitores se interessam por assuntos religiosos


"Leitores de fé" é o título de uma das reportagens da revista IstoÉ desta semana. Segundo a matéria, “no ano passado, o segmento da religiosidade foi o que mais cresceu em faturamento e em exemplares produzidos e vendidos (veja o quadro abaixo), segundo a pesquisa ‘Produção e vendas do mercado editorial brasileiro em 2008’, divulgada recentemente pela Câmara Brasileira do Livro (CBL). Ao contrário dos levantamentos anteriores, no último ano a CBL contabilizou a venda nas igrejas – responsáveis pela comercialização de três milhões de exemplares em 2008.

“A venda de livros pela internet, em supermercados e bancas de revistas, também foi decisiva para atender a um grande público cada vez mais interessado pela espiritualidade. O boom foi impulsionado pelos novos livros da fé, que não se limitam à doutrina religiosa. A maioria dos best-sellers desse mercado, que vendeu 50 milhões de exemplares e gerou receita de R$ 321 milhões no último ano, transita na fronteira entre a autoajuda e a ficção. ‘Há uma forte tendência de sensibilização espiritual e de leitores ávidos por livros que falem de fé, sem falar de igreja’, avalia Sinval Filho, diretor da Associação de Editores Cristãos (Asec). (...)

“À margem dos pontos de venda de destaque - responsáveis por 45% do mercado -, os livros evangélicos se fortalecem nos canais alternativos de comercialização: livrarias especializadas, vendas de porta em porta e igrejas. Apesar da falta de visibilidade literária, são eles os principais responsáveis pelo crescimento do segmento religioso. Segundo a Asec, o mercado editorial evangélico cresce 25% ao ano, em sintonia com o aumento do número de fiéis da doutrina na população - são mais de 40 milhões de seguidores e 200 mil igrejas. O faturamento somado das editoras ultrapassa os R$ 300 milhões. ‘A profissionalização do setor vai garantir a presença dos livros evangélicos nas prateleiras nos próximos anos’, aposta Sinval Filho. (...)”

Nota: Para desespero de Dawkins e sua turma, cada vez mais cresce o interesse do público leitor por assuntos ligados à religião e à espiritualidade. Cabe aos escritores, editores e blogueiros saber explorar bem (e com responsabilidade) esse interesse.[MB]

Nenhum comentário:

Postar um comentário

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails